10 de out de 2010

Writing just to help myself

Era uma época estranha. Meus olhos ardiam o tempo inteiro. As dúvidas estavam sempre na minha cabeça. Ainda mais depois daquela noite. As luzes, os olhares, o perfume, a música, as conversas com os rostos próximos... Tudo indicava que sim, mas nada indicava que era realmente verdade o que todos achavam ser certo. E o tempo passou. Não sei se superei, como havia dito no outro post. Mas não sinto mais o que sentia, isso é uma certeza. Apenas um imensurável carinho. Talvez esteja enterrado, bem lá no fundo do coração, pronto pra voltar ao menor sinal de fraqueza. Talvez não. Gostaria de agradecê-la com a mais absoluta sinceridade, olhando bem fundo nos olhos dela. Ela me recuperou, me reparou, mesmo não sabendo disso. É uma pena eu não ter a coragem necessária para tal atitude.

Apenas sei que não ando mais me arrastando pelos cantos, reclamando em voz alta da vida. Tudo muda, quando certas coisas acontecem. É como se tudo passasse a se encaixar. Acho que volto a viver uma época muito intensa da minha vida como foi do final de 2006 até o início de 2008. Rio sozinho enquanto ouço músicas no ônibus. As pessoas me olham, me julgando, eu nem me importo. Nunca me importei, nunca me importarei. Parece que quando algo dá certo, tua autoestima aumenta (a minha é muito pouco elevada [\ironic]) , e tudo começa a dar certo, parece que atraí. Uma coisa puxa a outra.

De repente vem um dia como hoje. Parece que alguém quer te testar, só pra ver se tu realmente merece a felicidade que estão te dando. Como se fosse um teste. Nisso, quase acabam despertando alguns sentimentos da tal entidade adormecida denominada "Liam House" (e é melhor não mexer com a criatura, nem eu gosto dela). Ou é isso, ou minha vida está voltando ao normal, monótona.
DEUS, EU NÃO GOSTO DE JOGOS QUE ENVOLVAM MINHA VIDA E MEUS SENTIMENTOS. SE TU TENTAR ME COLOCAR EM UM, EU VOU TRAPACEAR. [\madness mode off]


"Karma Police, I've given all I can, it's not enough
I've given all I can, but we're still on the payroll"
Karma Police - Radiohead

Nenhum comentário:

Postar um comentário